py3cvsnewsworld WordPress.com

gastronomia gaúcha

Capão da Canoa…o Hawaii do Atlântico Sul

Capão da Canoa, o Hawaii do Atlântico Sul       (clique aqui) vídeo.

https://goo.gl/maps/93VBZbzPBjt

 

https://www.youtube.com/watch?v=M7YUiQdM9qw

 

…Capão da Canoa, litoral norte do RGS…um Paraíso nos mares do sul…onde o CVS fez o seu Jardim do Éden, onde qualquer terráqueo daria tudo para plantar sua raiz aqui…

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES Bela Vita Restaurante

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES


…nos mares do sul…

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES100_2104-001CVS no National GeographCVS Panoramio1...a Bora-Bora do Atlântico SulSAMSUNG CAMERA PICTURESSAMSUNG CAMERA PICTURES100_2680SAMSUNG CAMERA PICTURES…nosso chão, Capão da Canoa, litoral gaúcho, praias verdejantes, onde os peixes se confundem com os banhistas, águas de quartzo, pérola do Atlântico sul…

 

…o py3cvs e o sobrinho Gustavo Prestes, nas águas do paraíso, Capão da Canoa – Rs

100_2106SAMSUNG CAMERA PICTURES


Buffet Trespach, Capão da Canoa

https://www.youtube.com/watch?v=cT0pComPa7U

…Restaurante e buffet Trespach, em Capão da Canoa, iguarias de 1º mundo, com frutos do mar, a comida tradicional brasileira, feita por profissionais competentes, toda a semana com diferentes pratos, nas quarta, a famosa feijoada brasileira, aos sábados, domingos e feriados, nem se fala, é de encher os olhos ( e a barriga ), hoje, 23 de agosto, uma pequena amostra da diversidade de sabores…

 

…vale a pena, quem visitar Capão, experimentar dos mais saborosos pratos, feitos com todo o carinho pelos meus amigos Maurício Trespach e Dna Irene Trespach.

…na SACC de Capão da Canoa.

 

100_3064100_3055 100_3059100_3056 100_3057 100_3058100_3060 100_3061 100_3062 100_3063

…e os meus favoritos…feijoada-completa 1

1270152_659424794142882_4417319557854922953_o

 

…um restaurante para quem sabe apreciar boa comida e não tem problemas em pagar por isso!

 

Imagens CVS de Capão da Canoa…

100_2683 11100_2495100_2676 3100_152916 (2)


Querência Amada 2014

CVS no chimarrão

CVS no chimarrão

COPA DO MUNDO DE 2014


…Os dois EVENTOS tradicionais do Rio Grande do Sul, Expointer e Acampamento Farroupilha, que poderão antecipar as suas datas para 12 de junho e 13 de julho de 2014, período da maior festa esportiva de todos os tempos, jamais vista pela população contemporânea do nosso Estado. Mostrar as belezas, a culinária, o por-do-sol e da nossa serra gaúcha.

http://www.youtube.com/watch?v=MiBu6ad7WhM

 

http://www.youtube.com/watch?v=sdpbo2WGzXc&feature=share&list=UUqjrjtTgRyG4nfvDgzZ3xWghttp://www.youtube.com/watch?v=sdpbo2WGzXc&feature=share&list=UUqjrjtTgRyG4nfvDgzZ3xWg

Capão da Canoa – Rs

Cidade litorânea do Mercosul, uma Hawaii em pleno Atlântico Sul, águas cristalinas, onde o Céu se confunde com essa imensidão azul, onde o Gaúcho pampeiro atravessa grandes distancias para atolar suas botas na areia, lavar seu pelego nesse grande açude sem fim.
Praias verdejantes, ora cor de pérolas, ora cor de jade, azul quando o Céu está azul, pequenos peixes surfando nas ondas em busca de mariscos na areia…pássaro, garças e peixes misturando-se com os turistas, usufruindo dessa mesma paisagem…Capão da Canoa, leva o teu
nome aos ventos, ultrapassa fronteiras, pois tuas belezas serão conhecidas em todos os recantos desse Planeta Terra.

BRASIL WORLD CUP 2014

PORTO ALEGRE WELCOME 2014

Porto Alegre é uma das 12 sedes da Copa do Mundo de 2014, Gastronomia, turismo, transportes, hotéis e principalmente a oportunidade do turista visitar e conhecer os três Países, Brasil, Uruguai e Argentina, além da nossa orla Atlântica.

Quando visitamos um lugar desejamos conhecer a cultura como um todo e a melhor forma de saber os costumes de um povo é provando de sua gastronomia. No Rio Grande do Sul, estado de tradições fortes, não poderia ser diferente. O povo gaúcho é um dos mais tradicionalistas do Brasil, honram suas raízes e fazem questão de expô-las para qualquer visitante. E uma das principais formas de conhecer as tradições dos pampas é provando os pratos saborosos da culinária sulista.
E a gastronomia é um dos principais atrativos para os milhares de turistas que visitam o estado durante todo o ano. Essa gastronomia rica passa pelos sabores inconfundíveis dos pratos frios e quentes servidos nos principais restaurantes e churrascarias, até as sobremesas deliciosas, principalmente o chocolate da serra gaúcha. Gramado e Canela, duas das principais cidades gauchas recebem grande parte dos turistas, atraídos pelas belezas da região, mas principalmente pelos sabores das cidades. Para conseguir uma reserva de hotel em uma das cidades, o turista deve agendá-la com antecedência, pois a atração pelas cidades é muito grande.

Esperemos que em 2014, possamos contar com os trens de turismo de Bento Gonçalves até Porto Alegre…seria ótimo até para o transporte de muitos passageiros para assistir os jogos em Porto Alegre, bem como, os turistas conhecerem a Serra Gaúcha e suas atrações. Isso é pensar grande…e fazer.

py3cvsexpointer 2 Expointeracampamento farroupilha 1 acampamento farroupilha 2 Acampamento Farroupilha100_2104-001

bom pra um...bom pra dois...

renegado

frutos do mar

Ceia de fim de ano

Cea de fim de ano

Por do Sol em Capão (2)100_0681Imagem de Capão 3Gaúcho 1Atlântida 7-001Hollyhood100_0974100_0381py3cvs logopanoramico capãoCatamararegina_chimaGaucho Turismochimarrao21974362PY3CVSporto alegre 3ÔnibusWorld Cup 20142014 Copa do MundoCAIS MAUÁ em Porto AlegreAcampamento FarroupilhaTrem turismo românticofrutaspeixesRio Grande do Sulaeromovel 1PampasMarina do EstaleiroEstádios GaúchosVão móvel da ponte do guaiba.copa_2014_rodoviaria-de-poalogo inter poaBRASIL & RUSSIAPoa 2Mercado PúblicoMercadoMecadoPblicovilsonflres100_0176RGS turismo Pico Monte Negro SJ AusentesRGS Turismo9738269RGS turismo POA Usina do GasômetroPraça xvGremio logoInternacional-Porto-AlegresaciLogotipo-OFICIAL-Brasil-2014pernil-sem-osso-assadopaella-de-frutos-do-marOLYMPUS DIGITAL CAMERAgastronomia gauchafrutos do mar 1frutos do mar 2Leite e derivadoscomida do gaucho picanhacomida do gaucho feijoadaChopp gaudérioCarreteiro de charqueCafé-Colonial-cafezinho do gauchointer campeao libertadoresSacy nunca foi na segundona!!!28752825Riquezas 1


VAMOS DIVULGAR NOSSO RGS ???

A Copa das Confederações em 2013, antecedendo a Copa do Mundo de 2014, serão um marco histórico para o nosso Estado. Faço aqui, um ALERTA as autoridades do nosso Pampa, que precisaremos de muitas iniciativas inteligentes para podermos sediar esses dois grandes eventos:
1-Formação GRATUITA de pessoas, no âmbito geral, idiomas, guias turísticos, dar oportunidade aos IDOSOS que possuem muita experiência, bem como, a moçada nova que estão surgindo.
2-Incentivar a nossa malha pesqueira.
3-Treinamento da nossa cultura gaúcha, para apresentações folclóricas.
4-Muita informação de nosso Estado, para o Mundo.
5-Malha rodoviária, de norte a sul, leste a oeste.
6-Turismo aquático, sempre LEMBRANDO que o nosso Guaíba tem o melhor meio de escoamento de pessoas, custo baixo, sem precisar asfalto.
7-Será uma grande oportunidade de formar mão-de-obra especializada, até para o futuro.
8-Ampliar nossa rede hoteleira.
9-Temos uma enorme área, quase sem uso, no Centro Vida, na Av.Baltazar de Oliveira Garcia, para sediar CURSOS GRATUITOS, bem como, espalhar esses cursos pela cidade, para facilitar o acesso a pessoas desempregadas.
10-Transporte de massas, com muita inteligência e estratégia.
11-Até hoje, não entendo porque o motivo de não mover a nossa Rodoviária, para uma área próxima a Free-Way, por exemplo, ali no Bairro Anchieta, com escoamento fácil a Auto-Estrada. Será que existe alguma “proteção”???

12-Nossa gastronomia, é a mais diversificada do Brasil, há alguma dúvida?

13-Enfim, acho que todos nós, que usamos as redes sociais, deveríamos postar idéias, até para cobrar de nossos governantes, que foram eleitos por nós.

PY3CVS

Algumas imagens do nosso RGS:

https://py3cvsclaudio.wordpress.com/2011/01/27/solucoes-de-transportes-brasil/

https://py3cvsclaudio.wordpress.com/2011/01/27/rio-grande-do-sul-turismo/

https://py3cvsclaudio.wordpress.com/2010/12/31/o-maior-centro-gastronomico-do-planeta/%5Bslideshow%5D


Rio Grande do Sul – Turismo

Dentre os estados brasileiros, o RGS é o mais atrativo em tudo,para o turista,  2013/2014 que se aproxima. Um resumo das atrações turísticas que o nosso estado pode apresentar, desde que, os “parasitas” se concientizem disso. A gastronomia é uma das melhores do Brasil.

Este slideshow necessita de JavaScript.

…e Capão da Canoa é a melhor e mais estruturada praia do Sul do Brasil…um Hawaii no Atlântico…águas de quartzo…

 

100_2109Hollyhood dos Pampas100_0647Praça do Farol100_2142-001um Hawaii perto de você...100_2137100_2131100_2104-001100_1759


O maior centro gastronômico: RGS BRASIL

Rio Grande do Sul é o maior centro gastronômico do planeta. A grande diversidade da mesa gaúcha é assombrosa, qualquer lugar que você vá, dentro do território brasileiro, nada se compara a nossa culinária. Veja alguns exemplos:        …ou você duvida?                                                               

Este slideshow necessita de JavaScript.

PORQUE MUITOS ESTRANGEIROS ESTÃO ADOTANDO O BRASIL COMO SUA PÁTRIA?

GASTRONOMIA GAÚCHA

A natureza do Brasil ofereceu, tanto a seus habitantes primitivos como aos colonizadores (que, aqui aportaram) grande variedade de alimentos. Outros aclimataram-se, por introdução dos portugueses, ao fazer roças, hortas e fomentar criações domesticas (galinhas, porcos, ovelhas, cabras, gado vacum). Especiarias, sal, açúcar foram valiosas contribuições trazidas pelo português à cozinha brasileira.

Segundo Câmara Cascudo (História da Alimentação no Brasil) “todos os pratos nacionais são resultantes de experiências construídas lentamente, fundamentadas na observação e no paladar. Maneiras de preparar a comida, receitas, utensílios empregados, tudo mesclou-se e adaptou-se às possibilidades do meio.

Heranças ameríndias, bem como africanas, transformaram-se, ajustaram-se ao tempero e ao sabor portugueses, às exigências dos utensílios da cozinha européia, ao fogão, ao forno.

Inúmeros pratos conservam, ainda, nome indígena ou africano; mas quase nada existe de autentico na substância real.

Quanto a outras influências, observa o autor citado: “…houve um processo da aculturação continuo na cozinha brasileira que ainda não terminou, pois está sendo enriquecido por inúmeros grupos migratórios”.

Na alimentação do sul-rio-grandense, além das contribuições dos colonos de várias etnias, verifica-se a introdução de pratos internacionais, especialmente em área urbana, em restaurantes diferenciados.

Para o estudo da cozinha gaúcha, devem-se considerar as particularidades regionais: a Praiana (à base de produtos do mar); a cozinha da Campanha e Missões (predominando as carnes vacum e ovina); a da região dos Campos de Cima da Serra (onde o pinhão tem presença e o café com graspa sobrepõem-se ao chimarrão).

O churrasco, assimilado por diversos grupos, é largamente apreciado reunindo pessoas em dias festivos. O arroz “carreteiro” aparece em quase todo o Estado.

É herança indígena na cozinha gaúcha: utilização da mandioca e de seus produtos (farinha, tapioca, beju, pirão, mingau); uso do milho assado, cozido e seus derivados (canjica, pamonha, pipoca, farinha). Aproveitamento, de plantas nativas (abóbora, amendoin, cara, batata-doce, banana, ananaz). Cozimento dos alimentos na tucuruva (trempe de pedras), no moquém (grelha de varas) para assar carne ou peixe. Preparo do peixe assado envolvido em folhas; moqueca e também paçoca de peixe ou de carne (feita no pilão). Uso de bebidas estimulantes: mate e guaraná.

A mulher portuguesa valoriza os produtos do solo americano; aproveitou as especiarias da Índia (cravo, canela, noz-moscada). Criou novos pratos, adaptou outros e conservou algumas receitas tradicionais (bacalhoada, caldo verde, acorda, pasteis, empadas, feijoada, cozido, fatias douradas, coscorões, pão-de-ló, papo-de-anjo, sonhos, pães, compotas, marmeladas, frutas cristalizadas, licores.

A culinária luso-brasileira pode ser assim distribuída pelas regiões gaúchas: Litoral (com influência açoriana) – peixe assado, grelhados, fervido, desfiado, moqueca de peixe, siri na casca, marisco ensopado, arroz com camarão, camarão com pirão. Pirão de água fria, pirão cozido, farofa, cucus torrado, beju, angu de milho, mingau de milho verde, paçoca de carne desfiada, lingüiça frita, feijão mexido, fervido de legumes, açorda, canja, galinhada, fervido de suquete (osso buco), mocotó, bolo de aipim, pães caseiros, “massas doces” (pão doce sovado) “farte” (pão com recheio de melado), melado com farinha de mandioca, roscas de polvilho, roscas de trigo (fritas), rosquetes, “negro deitado” (bolo de panela), bolo frito, sonhos, omelete de bananas, banana frita, pão-de-ló, sequilhos, rapaduras (com diferentes misturas), pé-de-moleque, “puxa-puxa”, balas diversas, pasteis doces e salgados, doce de panela (de frutas), doce de leite, amobrosia, fatias douradas, bolos, pudins, empadas.

Bebidas – Concertada (vinho com água e açúcar), Queimadinha (queimar cachaça com açúcar), Licores diversos (de vinho, de ovos, de butiá, de abacaxi etc), Café, mate-doce.

Cozinha Depressão Central (influência açoriana e outras) – Canja de galinha, sopas diversas, feijoada, feijão branco, fervido (com legumes e carne), feijão mexido, quibebe, paçoca de favas, arroz de forno, carne de panela, carne assada no forno, bife enrolado, bife à milanesa, guizado de carne, bolo de arroz, pão recheado, empadas, pasteis, “rosinhas” de massa, ovos mexidos, ovos escaldados, “roupa velha” (sobras), peixe recheado, peixe escabeche, peixe frito, bacalhoada, bolinho de bacalhau. Conservas de pepino e cebola. Galinha assada, galinha recheada, arroz com galinha. Pães de forno, pão de panela, “mãe-benta”, biscoitos, “calça-virada”, coscorões, fatias-do-céu, merengues, broas, pudim de laranja, ambrosia de laranja, “manjar celeste”, pudim de pão, “ovos moles”, “fios-de-ovo”, arroz-de-leite, “bom-bocado”, mandolate, balas de leite, de mel, tortas (doces), pé-de-moleque, “farinha de cachorro” (farinha de mandioca com açúcar).

Bebidas: gemada com vinho, licor de vinho, licores com furtas, vinho de laranja.

Cozinha da Campanha – Carnes (vacum, ovino) grelhada, no espeto, no forno. Arroz “carreteiro”, espinhaço de ovelha ensopado, pasteis, empadão, feijão, “cabo-de-relho” (sobras). Pães caseiros (ao forno), pão “catreiro” ou “de pedra” (aquecidos sobre pedra ou chapa quente), roscas de milho, “farinha de cachorro”, ambrosia de pão, doces de “panela” (marmelada, e em calda).

Bebidas: chimarrão.

Cozinha “Serrana” – Carne assada, frita, mocotó, feijoada (de feijão preto e branco), charque com mandioca, paçoca de pinhão com carne assada, couve refogada, couve com farinha, galinha assada, arroz com galinha e quirela de milho, batata-doce, moranga, milho cozido, cuscuz, farinha de biju com leite. Doce de gila, “jaraquatia”, sagu com vinho, arigones, arroz doce, doce de frutas (pêssego, figo, pêra), ambrosia, doce de leite, “chico balanceado” (doce de aipim), doce de batata doce.

Bebidas: “Camargo” (café com apojo), quentão de vinho, café com graspa.

Cozinha da região Missioneira – Carnes (vacum, ovino) assada no forno, no espeto, grelhada, frita na panela, sopa de lentilhas, sopa de cevadinha, feijoada, “puchero”, “gringa” (moranga) caramelada, pirão de farinha de milho, canja, couve com farofa, matambre com leite, fervido de espinhaço de ovelha com aipim. Canjica, guizado de milho, pasteis, empadão, revirado de galinha, revirado de sobras, lingüiça frita, paçoca de charque, galinha assada. Pão de forno, pão de borralho, bolo frito, biscoitos, pão-de-ló, geléia de mocotó, doce de jaraquatia, pêssego com arroz, arigones, tachadas (marmelo, pêssego, pêra), doce de laranja azeda cristalizada, doce de leite, rapadura de leite, gemada com leite, bolos.

Bebidas: chimarrão, mate doce, mate com leite.

Colônia alemã – Carne de porco (assada e frita), wurst (lingüiça), chucrut (conserva de repolho), nudeln (massa), kles (bolinhos de farinha de trigo com batata cozida), conserva de rabanete, galinha assada, sopa com legumes e ovos, kas-schimier (ricota), kuchen (cuca), leb-kuchen (cuca de mel), mehldoss (doces de farinha de trigo), schimier (pasta de frutas), syrup (frutos cozidos com melado), weihmachts (bolachinhas), bolinhos de batata ralada, pão de milho, de centeio, de trigo, tortas doces. Café colonial (salgadinhos, salames, queijos, bolos).

Bebidas: Das bier – cerveja, chop. Spritzbier (gengibirra). Assimilaram o chimarrão.

Colônia Italiana – Brodo (caldo de carne), carne Lessa (carne cozida n´agua), capeleti (massa com recheio de carne picada) o mesmo que Agnolini, menestra ou aminestra (sopa, canja), galeto a menarôsto ( frango no espeto), ravióli (massa com recheio), tortei (pastel cozido recheado com moranga ou abóbora), macarôn (massa), spagueti (massa cortada), fidelini (massa fina), polenta (angu de farinha de milho), risoto (arroz com galinha e queijo ralado), pizza (massa de pão com molho e queijo), pera cruz (bolo fervido em calda de frutas), pães de trigo e milho, panetone (pão com frutas cristalizadas), salames, queijos.

http://www.agrosoft.org.br/agropag/102806.htm

Fonte: Setor de Pesquisa IGTF