py3cvsnewsworld WordPress.com

Engenharia???

Estou muito preocupado com a engenharia de hoje…a preocupação deles é a economia de materiais, aceitar o arroxo no preço pelos contratantes, qualidade humana abaixo da crítica, adicionar no seu currículo o título de “engenheiro” sem gostar e sem ter o DOM da profissão, não se preocupam nem um pouco com a SEGURANÇA da construção da obra, colocam materiais de 3ª categoria…ai vem os acidentes, imagina-se se a estrutura desaba depois de entregue, com o local lotado de passageiros…

“GAMBIARRA” “PUXADINHO” “PREÇO BAIXO” “EMPRESAS SEM CAPACIDADE”

ATÉ QUANDO????

O teto do novo terminal de passageiros do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, o “puxadinho de Cumbica”, despencou por volta das 14h desta sexta-feira. A obra, contratada em regime de emergência pela Infraero, é executada pela empreiteira Delta Construções. O Tribunal de Contas da União questionou capacidade de construtora para a obra.

A postagem abaixo, foi publicada por mim a mais de ano:

Não sou engenheiro, porém as minhas obras com estruturas metálicas sempre foram acompanhadas por profissional da área, e um fato que sempre levei em consideração, foi a segurança em primeiro lugar, material de primeira qualidade, buscando sempre, usar as estruturas muito além da capacidade de segurança e sempre prevendo o futuro e as intempéries. A última empresa que trabalhei, presenciei uma grande aberração de projeto, a sala dos geradores que alimentam o prédio de 13 andares e CPD, passava(e ainda passa) a canalização dos banheiros dentro dessa sala. O que aconteceu? é claro, estourou esse cano bem na curva que está dentro da sala, e a pressão da urina que caia desses andares, inundou os geradores e painéis do CPD que fica no sub-solo. Não preciso dizer o que ocorreu. Este meu relato, é para quem trabalha com estruturas, pontes, prédios, etc., locais que tem um grande movimento de pessoas, tráfego de veículos, móveis dentro dos andares, maquinários. Hoje em dia, notamos que há muita “economia” de materiais, para diminuir custos, por isso é que acontecem tragédias. Uma prova é a ponte do Guaiba, que há muito tempo não fazem revisão, se continuar assim, é melhor deixar o vão móvel nivelado, e que se ferrem os navios que passam por ali. Imagino a hora que não tiver mais concerto. Por isso, governates, vamos tratar de dar um jeito nesta ponte e fazer outra urgentíssimo. por py3cvs.

QUE SIRVA DE EXEMPLO!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s