py3cvsnewsworld WordPress.com

Joseph Blatter comenta sobre o Brasil !

O Slogan da Copa no Brasil:

“Nunca faça hoje o que poderá fazer no mes que vem”

Há quase um ano, escrevi aquil um artigo comentando as críticas feitas por nós, brasileiros, à África do Sul, por ocasião dos preparativos para a Copa do Mundo de 2010, que lá foi realizada.

Na época, flagrei que quando observamos países desenvolvidos logo expomos nosso sentimento de inferioridade ao elogiar nossos próprios feitos como “coisa de primeiro mundo” e que, por outro lado, ao nos depararmos com a realidade de países tão ou mais pobres que o nosso, não temos dó nem piedade em inflar o peito, colocar um rei na barriga e olhar a todos os “coitadinhos” de cima.
Naquele momento, afirmei que a África também era aqui, tendo em vista diversos indicadores – especialmente os de infraestrutura – superiores do país africano em relação aos brasileiros.

Pois não é que esta semana o presidente da Fifa, Josef Blatter, disse com todas as letras aquilo que todos somos capazes de ver mas fingimos não saber? O Brasil está atrasado na preparação da Copa do Mundo de 2014. E não está apenas atrasado: está mais atrasado que a África do Sul no mesmo ponto no tempo com relação à competição passada!

Fazia tempo que não via alguém definir tão bem o que é o Brasil, como o fez o mandatário maior do futebol mundial: “A Copa será amanhã, mas o Brasil pensa que será depois de amanhã”.

É exatamente essa a regra brasileira: por que fazer hoje o que pode ser feito amanhã?

E assim vamos – apesar do farto despejo de recursos financeiros – preparando um evento mundial de forma perigosamente irresponsável, muito mais torcendo do que trabalhando para que tudo dê certo. Com sorte, as coisas estarão prontas na véspera, de forma arremedada e não bem como queríamos.

Mas essa tem sido a tônica do nosso país, não é?

Que dificuldade temos para construir e reparar rodovias e presídios, para conceder licenças para empresas abrir e gerar empregos, para fazer obras que provejam a indústria da energia elétrica necessária, para acabar com filas de caminhões que aguardam para embarcar produtos nos portos e para formar mão de obra qualificada em diversos campos profissionais. Há dificuldade até para se conceder um simples “habite-se” a um prédio residencial ou recolher o lixo nas ruas!

Temos uma visão míope de país originada da falta de uma análise mais profunda sobre quem somos e o que precisamos. Esta é a causa da não realização de reformas estruturais que levem o Brasil a ascender ao “time de cima” e a se distanciar da “zona do rebaixamento”.

Formadores de opinião.

Claudio Vitor Silva
Hoje, novamente presenciamos o CAOS no trânsito de Porto Alegre, a Julho de Castilhos totalmente congestionada(30/09/2011)…quando eu falo que já está na HORA de deslocar os ônibus da região metropolitana, a retirada total do CENTRO DE PORTO ALEGRE para terminais do tipo Triângulo da Av.Assis Brasil, de Canoas até as proximidades do Aeroporto e de Viamão até o entroncamento da Av.Ipiranga…NINGUÉM SE TOCA…está na hora de Joseph Blatter dar sua opinião, visitando-nos…até vou convida-lo para tomarmos um cafezinho no Mercado Público as 17:30 -.
FALTA TRENS, AEROPORTOS, HIDROVIAS, ESTRADAS…E UMA MÃO “PESADA” PARA FAZER…e pararem com “tapa buracos” e “gambiarras”

Este slideshow necessita de JavaScript.

PY3CVS.

Bobo da Copa

Brasil 2014

Joseph e a turminha…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s