py3cvsnewsworld WordPress.com

O perigo das emissões eletromagnéticas

Além do perigo das explosões solares, que são efeitos naturais, o homem está procurando o seu extermínio…
Nossas transmissões de rádio( radioamador) usamos, permitidos por LEI, no máximo 1000 Watts, e já fazemos um estrago, as emissões de nossas antenas sobem, refletem na ionosfera, retornam à Terra, por várias vezes, algumas se perdem e viajam no Espaço, imagina-se essas antenas das grandes potências, com bilhões de watts. Os caras querem se exterminar…pois a mãe natureza vai se voltar contra eles…podem crer. NA VERDADE, AI ESTÁ O VERDADEIRO LÚCIFER ( SATANÁS ).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Programa de Investigação de Aurora Ativa de Alta Frequência) é uma investigação financiada pela Força Aérea dos Estados Unidos, a Marinha e a Universidade do Alasca com o propósito oficial de “entender, simular e controlar os processos ionosféricos que poderiam mudar o funcionamento das comunicações e sistemas de vigilância”.
Iniciou-se em 1993 para uma série de experimentos durante vinte anos. É similar a numerosos aquecedores ionosféricos existentes em todo mundo, e tem um grande número de instrumentos de diagnóstico com o objetivo de aperfeiçoar o conhecimento científico da dinâmica ionosférica.

Existem especulações de que o projeto HAARP seria uma arma dos Estados Unidos, capaz de controlar o clima provocando inundações e outras catástrofes. Em 1999, o Parlamento Europeu emitiu uma resolução onde afirmava que o Projeto HAARP manipulava o meio ambiente com fins militares, contestando uma avaliação do projeto por parte da Science and Technology Options Assessment (STOA), o órgão da União Europeia responsável por estudo e avaliação de novas tecnologias. Em 2002, o Parlamento Russo apresentou ao presidente Vladimir Putin um relatório assinado por 90 deputados dos comitês de Relações Internacionais e de Defesa, onde alega que o Projeto HAARP é uma nova “arma geofísica”, capaz de manipular a baixa atmosfera terrestre.

HAARP – A pergunta fica no ar: será que chegaremos

Este slideshow necessita de JavaScript.

a 2012?
HAARP significa High Frequency Active Autoral Research Program. Um projeto ultra-secreto mantido pelo Governo Americano, cuja descrição oficial seria um projeto de estudo da ionosfera. Localizado no sudeste do Alasca, o HAARP é um campo de antenas construídas e interconectadas de tal forma que o conjunto funciona como se fosse uma única e imensa antena. Ela tem um poder de irradiação efetivo de 3,6 bilhões de watts – 72 mil vezes mais poderosa que a maior estação de rádio comercial legalmente autorizada nos Estados Unidos. Seu propósito é injetar toda essa energia de frequência de rádio em um único “ponto” localizado na região superior da atmosfera, na “ionosfera”.
Muitos cientistas que trabalharam no projeto ou o estudaram a fundo, dizem se tratar de uma nova classe de Armas de Destruição em Massa. O que ele realmente pode fazer é um mistério, mas esses especialistas afirmam que esse grandioso dispositivo pode realizar feitos nunca imaginados e voltados para a destruição massiva, como:
1. Destruir ou desarmar aeronaves, mísseis ou satélites.
2. Provocar e até mesmo controlar mudanças climáticas como furações e tempestades. Manipular os sistemas climáticos globais, alterando os padrões do tempo, a incidência de chuvas, ou secas.
3. Interromper o pleno funcionamento do cerebro humano (controle mental). Talvez ele possa interferir nos minusculos pulsos elétricos gerados pelo cérebro, fazendo este deixar de “funcionar” normalmente. Usando o bombardeio de ondas de freqüência extremamente baixas, na mesma faixa de freqüência que o cérebro humano opera, você pode mudar os pensamentos e emoções de uma pessoa.
4. Causar terremotos. Criar terremotos quando e onde forem desejados na Terra.
A marinha Russa e o Presidente da Venezuela Hugo Chavez acusam os Estados Unidos de provocarem os recentes terremotos do Haiti e do Chile através de “experimentos” do projeto HAARP.
Pois é…não duvido de nada. É bom ficar esperto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s