py3cvsnewsworld WordPress.com

Venezia no

http://www.youtube.com/user/Py3cvs?feature=mhw5#p/u/5/Xt_NmBEy1f0

Anúncios

Uma resposta

  1. Tradução de: Venezia no – Paola Bertoni

    Mamma e papà, cinquant’anni fà,
    sposi a Venezia arrivarono
    e per ricordo comprarono
    una gondola col carillon.

    Ma quel ricordo di un’altra età,
    che accompagnò la mia gioventù,
    oggi purtroppo non suona più
    la sua magica e cara canzon.

    Tutto è cambiato ormai,
    Venezia no, Venezia no, non cambia mai,
    e se a Venezia vai,
    come a quei tempi di Goldoni la vedrai.

    Cambiano le città,
    Venezia no, Venezia no, non cambierà.
    Guardi e Milesi un dì
    l’hanno dipinta come tu la vedi qui.

    Passa la vita di tutti noi
    come un merletto sul tombolo,
    in ogni cuor c’è una gondola
    per un mare di gioia e dolor.

    Mamma e papà son tornati ancor
    per festeggiare le nozze d’or,
    tutto è cambiato, Venezia no,
    la laguna cambiare non può.

    Venezia no, Venezia no, non cambia mai!
    Venezia no, Venezia no, non cambia mai!

    Cambiano le città,
    Venezia no, Venezia no, non cambierà.
    Con le sue ali và,
    colomba bianca della mia felicità!

    Venezia no, Venezia no, non cambierà!

    Mamãe e papai, cinqüenta anos atrás,
    noivos em Veneza chegaram
    e por lembrança compraram
    uma gôndola com o carrilhão.

    Mas aquela lembrança de uma outra idade,
    que acompanhou a minha juventude,
    hoje infelizmente não toca mais
    a sua mágica e querida canção.

    Tudo mudou hoje,
    Veneza não, Veneza não, não muda nunca,
    e se a Veneza vai,
    como aos tempos de Goldoni a virás.

    Mudam as cidades,
    Veneza não, Veneza não, não mudará.
    Guardi e Milesi um dia
    a pintaram como tu a vês hoje.

    Passa a vida de todos nós
    como uma renda no bilro,
    em cada coração tem uma gôndola
    por um mar de felicidade e dor.

    Mamãe e papai voltaram ainda
    para festejar as bodas de ouro,
    tudo mudou, Veneza não,
    a laguna mudar não pode.

    Veneza não, Veneza não, não muda nunca!
    Veneza não, Veneza não, não muda nunca!

    Mudam as cidades,
    Veneza não, Veneza não, não mudará.
    Com as suas asas ela vai,
    pomba branca da minha felicidade!

    Veneza não, Veneza não, não mudará!

    10 de setembro de 2010 às 9:11 AM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s